quinta-feira, 31 de maio de 2007

Monica Veloso - A Musa da Navalha

Como são as coisas na internet, esta foto é a mais acessada desta semana.

terça-feira, 22 de maio de 2007

Moto Perpetuo


À espera do próximo escândalo
Trecho do Editorial de O Estado de S.Paulo, hoje:


"Cada vez que se toma conhecimento de um novo e disseminado esquema de corrupção envolvendo empreiteiros, políticos e administradores, como este lancetado pela Operação Navalha, cujo pivô é uma certa Construtora Gautama, de um tal Zuleido Veras, tem-se uma poderosa razão adicional para acreditar que outras bandalheiras, tão ou ainda mais cabeludas, continuam a ocorrer, com os mesmos tipos de personagens, pelo território nacional. Por dois motivos entrelaçados, dos quais difícil é distinguir o pior. O primeiro é que essa tende ser a regra e não a exceção no relacionamento - ou melhor, no contubérnio - entre, de um lado, vendedores de bens e prestadores de serviços ao poder público e, de outro, os seus agentes municipais, estaduais e federais: prefeitos, governadores, deputados, senadores, ministros, assessores, ad nauseam."

segunda-feira, 14 de maio de 2007

Lewis Hamilton - 1o Negro na Formula 1



Muitas vezes somos contemporaneos de episódios históricos e não percebemos. O fato de um jovem negro ser estreante e agora lider do campeonato de Formula 1 é um fato pioneiro na história dos esportes da elite mundial e na categotia de maior valor em patrocínio.


Não houve uma única nota na imprensa mas o blog do jornalista Marcelo Tas, sempre antenado, trás um pequeno resumo dete feito.
"Ontem em Barcelona, Felipe Massa mostrou que está pronto para encarar a dor e a doçura de disputar o topo da Fórmula 1. No campeonato mais disputado em décadas, pelo menos quatro pilotos de ponta tem condições de chegar ao título, Massa assumiu a responsabilidade de um autêntico líder e desafiou o atual campeão Fernando Alonso em sua própria casa. Ele está de parabéns, mandou muito bem (quem não mandou bem foi a Globo que interrompeu a corrida antes do final para transmitir a missa do papa). Mas quero falar de outro assunto aqui.
Em Março último, Lewis Hamilton, um moleque inglês de 22 anos estreou na F1, o olimpo do automobilismo. Depois de quatro corridas, ele é o líder do campeonato. É o piloto mais jovem da história a liderar essa competição (o mais jovem anterior que havia conseguido a façanha em 1960 foi Bruce McLaren, fundador da legendária equipe onde Lewis trabalha hoje). Hamilton ainda é o primeiro estreante a subir no pódium nas quatro primeiras corridas. E, last but not least, é o primeiro piloto negro na história da Fórmula 1. Como se tudo isso não bastasse, é um moleque simpático, elegante e muito bem-humorado. Não esconde de ninguém que gosta do que faz e que veio para fazer história."

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Carrossel dos Sentidos

Para que possamos perceber o mundo como um todo, os cinco sentidos precisam cooperar entre si de forma inteligente e, muitas vezes, praticamente fundir-se uns nos outros.
por Christoph Kayser
.
Da esquerda soa, no último volume, uma música antiga e famosa. “Vamos entrando!”, grita alguém do outro lado. Atrás, um grupo de jovens dá risada e, em algum lugar, uma criança berra. Simultaneamente, brilham e reluzem por toda parte luzes coloridas, enquanto nossos olhos tentam acompanhar os loopings da montanha-russa.
.
O tumulto de um parque de diversões inunda nossos sentidos. E talvez o programa não fosse tão bom sem essa multiplicidade de estímulos, sem a concentração de pessoas, o empurra-empurra e o acotovelamento, sem o sorvete na mão ou o cheiro de algodão-doce e pipoca. O exemplo mostra quantos sinais vindos do mundo exterior nos atingem ao mesmo tempo. Somente pela combinação deles surge a complexa impressão geral, típica de situações como essa. Nessas circunstâncias, o cérebro é exigido ao máximo – o que evidentemente atrai a curiosidade de neurocientistas.A inundação de estímulos no parque, no entanto, não se ajusta ao exame mais detalhado da maravilhosa mistura de variadas impressões de sentidos – a integração sensorial. Os pesquisadores preferem condições claras e controláveis. Têm interesse especial por situações em que nosso cérebro se ludibria quase sozinho e produz falsas imagens do ambiente. Um exemplo conhecido desses enganos é o efeito de ventríloquo. Embora a voz que se ouve não seja originada pela boca em movimento do boneco, a impressão que temos é exatamente essa.
.
Também no cinema nos entregamos à ilusão de que os heróis na tela falam, embora na realidade suas vozes ecoem dos alto-falantes espalhados pela sala de espetáculos. Nosso cérebro parte imperturbavelmente da premissa de que a fonte do que é dito se encontra onde os lábios se movem no ritmo adequado – ele combina, portanto, de forma significativa e entre si, a impressão de audição e de visão.
.
Materia Completa clique: www.uol.com.br/vivermente
Fonte: Revista Mente&Cérebro

segunda-feira, 7 de maio de 2007

Vaticano quer firmar acordo antiaborto com o Brasil

O Vaticano propôs ao Brasil a assinatura de um acordo por meio do qual o governo brasileiro se comprometeria a adotar providências legais para coibir a prática do aborto no país. A proposta foi feita pelos canais diplomáticos. Está sendo formalmente analisada pelo Itamaraty.
.
O tema pode compor a pauta de assuntos a serem discutidos entre o papa Bento 16 e Lula. Os dois terão um encontro na próxima quinta-feira (10), um dia depois da chegada do papa ao Brasil. Segundo apurou o blog no Itamaraty, o governo brasileiro resiste em assinar o protocolo com o Vaticano.
.
Se o assunto for puxado por Bento 16, o mais provável é que Lula se limite a dizer ao papa que os termos do documento ainda estão sendo analisados, sem assumir nenhum tipo de compromisso. Tecnicamente, o acordo proposto pelo Vaticano chama-se “concordata”. Trata-se de uma convenção que fixa compromissos entre o Estado e a Igreja em torno de assuntos de cunho religioso.
.
Do ponto de vista institucional, o Vaticano é um Estado. O menor Estado do mundo, situado em Roma. Funciona como sede da Igreja Católica. É também a residência oficial do papa, que, além de autoridade máxima da Igreja, é chefe de Estado. É nessa condição que o Vaticano propôs a assinatura do compromisso antiaborto.
.
O aborto já é considerado crime no Brasil, exceto em dois casos: quando a interrupção da gravidez decorre de um estupro ou quando visa proteger a mãe do risco iminente de morte. Discute-se há anos no Congresso, porém, a autorização do aborto numa terceira hipótese: quando forem constatadas anomalias insanáveis no feto.
.
Na prática, embora não previsto em lei, o aborto para evitar o nascimento de crianças mal formadas vem sendo autorizado por juízes brasileiros. Nos últimos anos, concederam-se mais de três centenas de alvarás para a realização de abortos nestes casos. A maior parte das autorizações judiciais envolve casos de anencefalia –quando o feto não tem a abóbada craniana e os hemisférios cerebrais ou não existem, ou se apresentam como pequenas formações aderidas à base do crânio.
.
A Igreja condena o aborto em qualquer circunstância, mesmo nos dois casos já admitidos pela legislação brasileira (estupro e risco de morte da mãe). E o Vaticano gostaria que o governo assumisse o compromisso de, pelo menos, zelar para que não sejam introduzidas novas exceções no ordenamento jurídico do país.
.
A “concordata” sugerida pelo Vaticano inclui outros compromissos. Entre eles o de tornar obrigatório o ensino de religião no sistema público de ensino brasileiro. É outra tese polêmica, com a qual a gestão Lula não parece disposta a comprometer-se. A Constituição define o Brasil como um país laico. E consagra o direito fundamental à liberdade de culto.
.
Há no texto constitucional a previsão de que serão fixados conteúdos mínimos para o ensino fundamental, assegurada a formação básica comum e respeito aos valores culturais e artísticos da sociedade. O ensino religioso é apresentado como disciplina “facultativa”.
.
A legislação brasileira faculta ao governo destinar verbas públicas também para escolas confessionais e filantrópicas. Desde que esses estabelecimentos comprovem que não visam o lucro e que reinvestem os seus excedentes financeiros integralmente na atividade educacional. Algo que, aliás, nem sempre ocorre. Mesmo nas escolas geridas pela Igreja Católica.
Fonte: Folha de São Paulo e http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/

quarta-feira, 2 de maio de 2007

O Beijo do Radicalismo - Deslize?

Presidente do Irã polemiza ao beijar mão de mulher


O beijo do presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, na mão de sua antiga professora provocou a revolta do jornal islamista Hezbollah, que representa a tendência mais radical. "Ahmadinejad tomou a mão da ex-professora e a beijou. Depois esta mulher de meia-idade o tomou em seus braços. O povo muçulmano iraniano não recorda tais atos contrários à sharia durante o reino islâmico", afirma o jornal, que publica três fotos do presidente e da professora.
A cena aconteceu na terça-feira, por ocasião do dia do professor. A mulher usava luvas e não houve contato direto entre ela e o presidente. Segundo a lei islâmica, qualquer contato físico entre um homem e uma mulher está proibido, exceto se são casados.
"Este ato incrível do presidente acontece quando os fiéis ainda não esqueceram sua decisão de autorizar as mulheres a entrar nos estádios de futebol", acrescenta o jornal.
.
N.A.: Como um radical enfrentará o radicalismo, com o ferro será ferido?

.

Fonte: www.terra.com.br e AFP

Musicos desvendam melodia em capela de "O Código da Vinci"



A igreja escocesa que aparece no romance “O Código da Vinci” revelou outro mistério oculto por quase 600 anos.
Pai e filho que ficaram fascinadas pelos símbolos gravados nos arcos da capela disseram ter decifrado uma partitura esconida ali.

Thomas Mitchell, um músico de 75 anos e ex-critógrafo da Força Aérea Real, e seu filho Stuart, compositor e pianista, descreveram a peça como “música congelada”.

“ A música foi congelada no tempo pelo simbolismo” escreve Mitchell em seu site (
www.tjmitchell.com ), que traz detalhes do projeto de 27 anos para decifrar o código da capela.
A Capela Rosslyn, do século 15, que fica de 11 quilometros ao sul da capital escocesa, Edimburgo, aparece na última parte do livro “O Código da Vinci”, de Dam Brown.

Stuart Mitchell disse que ele e o pai ficaram intrigados pela gravação nos arcos da capela, onde há 13 anjos mmúsicos e 213 cubos que formam padrões geométricos.

“Eles são tão lindos e tão finamente detalhados que pensamos que poderia haver uma mensagem ali”, afirmou à Reuters..

Pai e filho ligaram cada padrão dos cubos gravados a uma afinação chamada chladini, e finalmente puderam descobrir a melodia.
.
Eles também já agendaram uma estréia mundial na capela, em 18 de maio, quando quatro
cantores acompanhados por oito músicos interpretarão a peça usando instrumentos medievais.
.

Fonte: oglobo.com e Reuters

terça-feira, 24 de abril de 2007

Seus olhos - Teste

(1.) Olhar 1
(2.) olhar2
(3.)olhar7
(4.)Olhar4
(5.)Olhar5pb
(6.)olhar6
( 7.) olhar3
(8.)olhar8

Fernando Pessoa

olhar2 olhar3 olhar6


O Meu Olhar

O meu olhar é nítido como um girassol
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando pela direita e para esquerda,
E de, vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...
Creio no mundo como um malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...
Eu não tenho filosofia: Tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque que ama nunca sabe o que ama
Nem sae porque ama, nem o que é amar...
Amar é a eterna inocëncia,
E a unica inocëncia não pensar...

.
Alberto Caeiro

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Enqunto isso... Na fila do INSS



Enquanto temos que ter paciencia para enfrentar o atendimento do Serviço Público, outros jogam paciencia no computador

quinta-feira, 19 de abril de 2007

Freud - Multimidia

Vídeo que reúne cenas gravadas entre 1929 e 1937 na casa de Sigmund Freud, mostra o pai da psicanálise com sua família e amigos em várias situações, como em celebrações familiares e no seu 50 aniversário de casamento. Na gravação, Freud ainda aparece em seu consultório com objetos históricos e conversando no jardim com o arqueólogo e amigo Emanuel Loewy.
.
.
.
Fonte: Revista Corpo&Mente (http://www2.uol.com.br/vivermente/)

quarta-feira, 18 de abril de 2007

De lá pra cá!

Sabe aqueles anuncios em camionete... " Fazemo carreto"
Vejam as cenas abaixo e mudaremos sem duvida seu conceito.

Pequeno Dicionario Filosófico



Doutrina
O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de
princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.

Dogma
Um dogma, no campo
filosófico, é uma crença/doutrina imposta, que não admite contestação. No campo religioso é uma verdade divina, revelada e acatada pelos fiéis. No catolicismo os dogmas surgem das Escrituras e da autoridade da Igreja Católica.

Fonte: Wikipédia.com

terça-feira, 17 de abril de 2007

Sindrome de Down - Visão Sensível e Pertinente



"O Documentário - Do Luto À Luta", fala não apenas das dificuldades das pessoas com a síndrome, mas também de como é possível que elas se adaptem à sociedade e levem uma vida praticamente normal.

Para provar isso, o documentário vale-se de exemplos reais, como dois jovens que se casam e outros que estudam e trabalham.
Os portadores da Síndrome de Down têm uma má-formação genética, que acarreta problemas físicos e mentais. O filme, porém, prova que uma adaptação saudável do indivíduo depende mais da sociedade do que do portador da síndrome.

O filme mostra que a primeira grande dificuldade que a criança com Down enfrenta é a aceitação dentro da própria família. Como diz um pai entrevistado: "Foi um susto. O obstetra tinha até medo de dizer, e eu percebi que tinha algo de diferente."


Mocarzel mostra que a vida de uma pessoa com Síndrome de Down requer alguns cuidados especiais, mas nem por isso é limitada. Dois jovens (os mesmos que vão se casar) dizem que sonham ser cineastas, e o diretor lhes dá a chance de dirigir uma cena. Cada um deles lida com temas médicos e resultado das filmagens é impressionante.


Um dos jovens entrevistados, que também gosta de cinema, pergunta a Mocarzel porque o diretor está fazendo um filme sobre esse assunto. O diretor não precisa de palavras para dizer o motivo, apenas mostra imagens de sua filha ao lado dele.


"Do Luto À Luta" consegue ser emocionante e emotivo, sem cair na pieguice, além de ser informativo.


O documentário participou de diversos festivais no Brasil, e ganhou vários prêmios. Entre eles, o prêmio especial do júri no Festival de Cinema de Gramado/2005 e o troféu de Melhor Documentário pelo júri popular no Festival Internacional do Rio 2005.


Atriz participando da novela "Páginas da Vida" - Rede Globo
(Alysson Oliveira, do Cineweb, especial para a Reuters)

segunda-feira, 16 de abril de 2007

Triste Nota - Morte no Campus de Virginia Tech USA

Tiroteio deixa ao menos 32 estudantes mortos nos EUA .

"Ao menos 32 pessoas foram mortas em um tiroteio, incluindo o suspeito de ser o autor dos disparos, na universidade Virginia Tech nesta segunda-feira, disseram a polícia e funcionários da universidade.

De acordo com a polícia, houve dois tiroteios, em dois locais distintos, nesta manhã. Para os policiais, apenas um atirador foi responsável pelas duas seqüências de disparos."

Happy Niver

P1010741 P1010731

P1010756 P1010745 P1010753 P1010740

P1010737 P1010744 P1010731a P1010731b
P1010757c P1010733 P1010749 P1010754

sexta-feira, 13 de abril de 2007

Brasileiras e Portuguesas - As mais procupadas com a beleza


Pesquisa internacional listou os países mais preocupados com a beleza.
Uma pesquisa internacional realizada em vários países com mais de 25 mil pessoas revelou que o povo brasileiro é o mais vaidoso. Na lista de cuidados com a beleza, o cabelo e a pele foram os mais mencionados.

ntre os brasileiros entrevistados, 87% declararam se preocupar o tempo todo com o estilo e a aparência. Atrás, ficaram os portugueses, com o segundo lugar; e os gregos,com o terceiro. Os franceses ficaram com o oitavo lugar e os argentinos, em nono. A última da lista foi a população da Noruega. A consultora de imagem Titta Aguiar explica porque os homens e as mulheres brasileiras, principalmente, gostam tanto de investir em estilo. “Nós somos extremamente criativos, o brasileiro ousa muito. Ele não tem medo de mudanças. No verão, época de pele bronzeada, quem não tem tempo de tomar sol vai fazer bronzeamento artificial. No inverno, de repente, a pessoa escurece o cabelo.”



quinta-feira, 12 de abril de 2007

Maradona - Don Diego Argentino


Diretor de clínica diz que Maradona pensa que é Deus
O médico Héctor Pezzella, diretor da Clínica Güemes, onde o ex-jogador está internado, afirma estar preocupado a influência negativa que exercem sobre Diego.

BUENOS AIRES - O médico Héctor Pezzella, diretor da clínica Güemes, na qual Diego Maradona está internado desde 28 de março devido a uma hepatite provocada pelo consumo excessivo de álcool, disse que o ex-jogador "pensa que é um Deus".

"Acho que Maradona pensa que é um Deus e esta pode ser a origem de alguns de seus males", afirmou Pezzella à agência estatal de notícias Télam.
O médico comentou que é "de relativa importância" a influência negativa que seu entorno pode ter sobre Maradona.

"Os entornos são formados por cada um, e não o contrário. Depende de cada personalidade", acrescentou.

"Maradona continua com boa evolução clínica da hepatite tóxica por álcool e com a melhora de seus parâmetros cognitivos e mobilização ativa", afirma o último relatório da clínica.

"O paciente permanece com sedativos em doses descendentes, o que permite se mobilizar no quarto e se alimentar sozinho", acrescentou.

Após vários dias sem visitas, Maradona recebeu no domingo alguns Familiares. Apesar de a clínica não ter informado oficialmente, fontes ligadas a Maradona disseram que é possível que os médicos lhe dêem alta em meados desta semana.

quarta-feira, 11 de abril de 2007

GodTube - O YouTube do Cristão


DeusTube...
Todos conhecem o YouTube com seus infinitos videos na internet, agora chega a web o GodTube para os cristãos americanos.


O produtor de televisão Chris Wyatt lançou uma versão cristã do YouTube, chamada GodTube. A página fez uma paródia do slogan do site do Google - “Broadcast Yourself”, (”Transmista a si mesmo”, em português) - e utiliza “Broadcast Him” (”Transmita Ele”).

O site de vídeos já tem 60 mil visitantes por dia e está muito próximo de se tornar o maior site cristão da web, de acordo com o Times online. Além de pequenos filmes que pregam a crença religiosa de forma convencional, existe uma série de vídeos que utilizam humor como forma de passar a mensagem, contrariando a fama de séria e formal que tem a comunidade cristã dos Estados Unidos..

Um usuário que se chama de Pastor Al publicou um vídeo onde chama o coelho da Páscoa para uma luta onde quem vencer vai poder clamar o feriado (clique aqui para ver). A mensagem do pastor é uma crítica ao consumismo da data e pretende desta forma chamar a atenção de milhares de jovens.

Muitos dos filmes do GodTube falam sobre assuntos como aborto, a teoria da evolução e os perigos do satanismo e vídeos chamados de “Mulheres grávidas e cocaína” ou “O segredo do Inferno”. O site ainda contém muitos clipes de bandas de rock cristã.

De acordo com a revista Wired, os vídeos do GodTube são tão estúpidos quanto os do YouTube, mas são muito mais engraçados. Entretanto, nem todo humor no site é intencional. Em um dos vídeos mais assistidos do site, Ray Comfort, um evangélico californiano, utiliza uma banana para demonstrar a genialidade da criação de Deus. “Veja como cabe graciosamente na mão humana. O criador da banana, Deus, ó todo poderoso, a fez com uma superfície que não escorrega”, declara o religioso. Comfort prossegue em seu sermão por diversos minutos, sem perceber a possibilidade de dulpa interpretação. (clique aqui para ver)
Fonte: Redação Terra

terça-feira, 10 de abril de 2007

Tabagismo

Leite, frutas e vegetais podem ajudar os fumantes a se livrar do cigarro,
segundo pesquisa realizada por cientistas do Centro Médico da Universidade Duke, nos Estados Unidos.
De acordo com o estudo, fumantes relataram que laticínios, frutas, vegetais e água ajudaram a piorar o gosto dos cigarros, enquanto álcool, café e carne melhoraram o sabor. Para os autores do trabalho, a descoberta poderá indicar caminhos para o desenvolvimento de dietas contra o tabagismo, ou de soluções do tipo goma de mascar, que torne cigarros menos palatáveis.

O estudo, apoiado pelo Instituto Nacional sobre o Abuso de Drogas, dos Estados Unidos, será publicado na edição de abril da revista Nicotine and Tobacco Research.

O coordenador da pesquisa, Joseph McClernon, que é professor de psiquiatria médica da Universidade Duke, afirmou que algumas modificações na dieta podem tornar um pouco mais fácil a tarefa de parar de fumar. “Consumir itens que piorem o gosto do cigarro, como um cubo de leite congelado, pode ajudar significativamente”, disse.

Na pesquisa, 209 fumantes enumeraram itens que pioram ou melhoram o gosto de cigarros. Laticínios – principalmente leite e queijo – foram citados por 19% dos indivíduos como itens que pioram o gosto. Bebidas sem cafeína, como água ou suco de frutas, foram citadas por 14%, enquanto 16% indicaram frutas e vegetais.

As bebidas alcoólicas melhoraram o gosto dos cigarros para 44% dos fumantes. As bebidas com cafeína – chá, refrigerantes de cola e café – foram mencionadas por 45%. A carne foi apontada por 11%.

Os indivíduos que fumam cigarros mentolados reportaram com menos freqüência a associação de alimentos e bebidas com a alteração do gosto de cigarros. O fato sugere, de acordo com os cientistas, que o mentol esconde o gosto desagradável induzido por itens consumidos com os cigarros.

Os pesquisadores buscam agora formas para a utilização de acetato de prata, conhecido por alterar o gosto dos cigarros, para ajudar fumantes a deixar o hábito. O aditivo poderia ser consumido em forma de gomas de mascar ou de pastilhas como parte do tratamento para abandonar o tabagismo.

“Todo tratamento exige força de vontade. Essas soluções serão apenas auxiliares, mas não funcionarão sozinhas. Elas poderão tornar o cigarro desagradável, mas, se a pessoa não tiver vontade de parar, vai começar a fumar novamente”, disse McClernon.
Fonte: Agência FAPESP

segunda-feira, 9 de abril de 2007

Fala Chico!

Pige'on Sky

"Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência!

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausênciade entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade!

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe,às vezes para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio!

Solidão não é o claustro involuntário que o destinonos impõe compulsoriamente... Isto é um princípio da natureza!


Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância!

Solidão é muito mais do que isto... Solidão é quando nos perdemos de nós mesmo se procuramos em vão pela nossa alma."

Chico Buarque de Holanda

Percepção e Reação - Brasil


Uma pesquisa nacional do Datafolha que acaba de sair do forno revela que a maioria dos brasileiros deseja a implantação no país da pena capital. São favorável à pena de morte nada menos que 55% dos 5.700 eleitores entrevistados pelo instituto em 25 Estados. A sondagem, realizada entre os dias 19 e 20 de março, encontra-se publicada na edição deste domingo da Folha (assinantes).

O percentual é mais expressivo do que os 51% que se declaravam a favor da execução de criminosos em pesquisa realizada sete meses atrás, em agosto do ano passado. O levantamento atual demonstra que o apoio à pena de morte iguala-se ao índice de 1993, o maior já registrado desde que o Datafolha começou a fazer esse tipo de aferição, em 1991.

Trata-se, sem dúvida, de uma reação da sociedade ao recrudescimento da violência no país. De certo modo, reflete a fúria resultante do noticiário. Ainda está fresca na memória brasileira a morte, em fevereiro passado, no Rio, do menino João Hélio Fernandes, 6, arrastado por marginais do lado de fora de um carro roubado por longos e torturantes sete quilômetros.

Há duas semanas, em outra pesquisa, o mesmo Datafolha mostrara que a violência, com 31% das menções, superara o desemprego como maior problema do país na percepção dos brasileiros. Para o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, os dois números não estão necessariamente interligados.

"Esse apoio majoritário à pena de morte já é histórico. Neste momento cresceu um pouco, mas não apenas porque cresceu a percepção de violência. Entre os que apontam a violência como principal problema, a taxa de apoio à pena de morte é exatamente a mesma da média", diz Paulino.
A pesquisa joga gasolina na fogueira do debate em torno da redução da maioridade penal de delinqüentes com menos de 16 anos. É pena que, em meio ao furor social, seja acomodada em segundíssimo plano a discussão acerca da ineficiência do Estado em prover aos centros de reeducação de menores e aos presídios convencionais do país condições mínimas de reabilitação dos infratores da lei.
Escrito por Josias de Souza às 02h35

quinta-feira, 5 de abril de 2007

A Lua e a Pascoa



A Páscoa (do hebraico Pessach, significando passagem) advém, exatamente do nome em hebraico da festa judaica à qual a Páscoa cristã está intimamente ligada, não só pelo sentido simbólico de “passagem”, comum às celebrações pagãs (passagem do inverno para a primavera) e judaicas (da escravatura no Egito para a liberdade na Terra prometida), mas também pela posição da Páscoa no calendário.
Como o calendário judeu é baseado na Lua, a Páscoa cristã passa a ser móvel no calendário cristão, assim como as demais datas referentes a Páscoa, tanto na Igreja Católica como nas Igrejas Protestantes e Igrejas Ortodoxas.

.
A Páscoa é um feriado móvel que serve de referência para outras datas. É calculado como sendo o primeiro domingo após a lua cheia seguinte à entrada do equinócio de primavera no hemisfério norte, podendo ocorrer entre 22 de Março e 25 de Abril.


As datas móveis que dependem da Páscoa são:


- Terça-feira de Carnaval - quarenta e sete dias antes da Páscoa
- Quaresma - Inicia na Quarta-feira de cinzas e termina no Domingo de Ramos (uma semana antes da Páscoa)
- Sexta-feira Santa - a sexta-feira imediatamente anterior
- Sábado da Solene Vigília Pascal - o sábado de véspera
- Pentecostes - o oitavo domingo após a Páscoa
- Corpus Christi ou Corpo de Deus - a quinta-feira imediatamente após o Pentecostes
calvin justo ou nao

quarta-feira, 4 de abril de 2007

“Quando Nietzsche Chorou” chega aos palcos no Brasil



Com mais de 200 mil exemplares vendidos no Brasil, “Quando Nietzsche Chorou” traz um suposto encontro entre o filósofo alemão Friedrich Nietzsche (Cássio Scapin) e o médico vienense Josef Breuer (Nelson Baskerville), professor e mentor de Freud (Flávio Tolezani). Na Viena do século 19, em meio à ebulição intelectual da época e às vésperas do nascimento da psicanálise, o revolucionário filósofo alemão Friedrich Nietzsche está no limite do desespero, com impulsos suicidas, incapaz de encontrar a cura para as insuportáveis enxaquecas e convulsões que o afligem.



Nessa mesma época, Josef Breuer está envolvido numa atmosfera de glórias e fracassos, após ter tratado de uma paciente com seu novo método de tratamento, a “terapia através da conversa”. O que deveria ser seu melhor momento se revela num grande tormento – ele tem obsessivas fantasias sexuais com Anna O., sua paciente e, em decorrência disso, sofre de insônia e pesadelos, além de uma crise matrimonial (é casado com Mathilde, interpretada por Lígia Cortez) e profissional em decorrência do fracasso do seu tratamento e ao envolvimento emocional e atração sexual mútua entre ele e Anna O. (codinome para sua paciente Bertha).

De férias em Veneza, Breuer é procurado pela jovem russa Lou Salomé (Ana Paula Arosio), amiga de Nietzsche, com quem teve uma tumultuada e impossível relação amorosa. Lou procura Breuer para lhe pedir um favor: tratar seu amigo Nietzsche de suas crises de enxaqueca, do seu desespero, depressão e impulsos suicidas. O filósofo alemão já tentara tratamento com dezenas de médicos em toda a Europa sem resultado clínico, e quase sempre seu orgulho e a natureza de seu sofrimento se configurariam em obstáculos intransponíveis ao tratamento.

Estas duas personalidades vão se encontrar, conhecer uma à outra e, principalmente, conhecer-se a si próprias. Deste encontro surge um primordial/fictício tratamento psicanalítico, no qual muitas das questões da relação analista/analisando são trazidas por meio do embate entre as posturas filosóficas de Nietzsche e a visão de mundo de Breuer, de uma forma extremamente humana e próxima. Quando Nietzsche Chorou une realidade e ficção, drama existencial e suspense, numa surpreendente trama sobre amor, auto-conhecimento e amizade.







Com elenco formado por Cássio Scapin e Nelson Baskerville (foto), participação especial em vídeo de Ana Paula Arosio, Lígia Cortez e Flávio Tolezani, direção de Ulisses Cohn, trilha sonora de Aline Meyer, iluminação de Wagner Freire, figurino de Fábio Namatame, a peça “Quando Nietzsche Chorou” é a mais nova realização da CIE Brasil.

Estréia dia 6 de abril, quinta-feira, às 21 horas, no Teatro Imprensa. Texto original – Irvin D. Yalom. Adaptação – Ulisses Cohn e Nelson Baskerville. Direção – Ulisses Cohn.